Facebook está pronto para lutar contra o YouTube. Agora é na música

A rede social está disposta a pagar centenas de milhões de dólares a editoras discográficas para que os seus utilizadores possam usar música nos seus vídeos.

A aposta no formato vídeo do Facebook já fez da rede social um concorrente do YouTube e, ainda que tenha muito caminho a percorrer para ultrapassar a plataforma da Google, parece que Mark Zuckerberg está disposto a ganhar vantagem junto de criadores de conteúdos e potenciais parceiros. Entre os quais as editoras discográficas.

Conta a Bloomberg que o Facebook está disposto a pagar centenas de milhões de dólares a editoras discográficas para que os seus utilizadores consigam usar músicas protegidas por direitos de autor. A medida serve de contraponto com o ContentID do YouTube, sistema que deteta e denuncia automaticamente imagens e áudio protegidos por direitos de autor presentes em vídeos.

Ao estar disposto a negociar com editoras discográficas, o Facebook está não só a combater partilha e monetização indevida de música na sua rede social como ainda a dar mais poder aos utilizadores que queiram criar conteúdo na plataforma.

Comentários
Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on Twitter